COLÉGIO ESTADUAL DOM CARLOS – APRENDIZAGEM SIGNIFICATIVA ALUNOS SENDO PROTAGONISTAS DA PRÓPRIA HISTÓRIA!

0
50

Durante o mês de abril, alunos da 1ª série do Curso de Formação de Docentes (FD) participaram ativa e efetivamente das atividades propostas nos componentes de CNEE – Concepções Norteadoras da Educação Especial e Prática de Formação.
Em cumprimento a proposta curricular, os alunos do curso de FD saíram a campo para realizar pesquisa sobre acessibilidade. Após terem estudado sobre as leis que amparam as PcD (Pessoas com Deficiência) e recebido orientações em relação a Acessibilidade e as barreiras arquitetônicas no espaço físico escolar e fora dele (vias públicas, prédios públicos e privados, praças, transporte público e privado, comércio em geral, entre outros espaços), os alunos foram convocados para saírem a campo objetivando observar e discorrer de forma crítica e reflexiva as questões de inclusão e acessibilidade, almejando a compreensão das múltiplas áreas da vida de uma pessoa com deficiência, entendendo suas necessidades nos contextos educacionais, profissionais, familiar e social. O trabalho está em andamento e a pesquisa continua.
Ao término do trabalho pretende-se que os alunos consigam reconhecer e identificar as diversas barreiras existentes e as facilidades de acesso enfrentados por pessoas com deficiências e com mobilidade reduzida, desenvolvendo um comportamento favorável a inclusão social destas pessoas.
Algumas estratégias para colocar em prática a proposta: sair a campo para observar, anotar e registrar (por escrito e com fotos) espaços públicos e privados com e sem acessibilidade. Promover campanhas de inclusão (dentro e fora do ambiente escolar). Participar de palestra com profissionais da Secretaria Municipal de Urbanismo sobre acessibilidade.
As parcerias são positivas para o crescimento acadêmico dos alunos. Na presente ação, foi possível contar com a colaboração da Engenheira Civil Daiane Aline Grooders – Departamento de Urbanismo. Daiane atendeu prontamente a solicitação da direção do Colégio Estadual Dom Carlos e prontificou-se a proferir palestra sobre a Acessibilidade. A palestra foi realizada no plenário da Câmara Municipal de Palmas, a qual cedeu o espaço para a finalidade em questão.
Utilizando material audiovisual, Daiane informou aos alunos sobre as leis de acessibilidade e edificações, mostrando as fotos das calçadas que estão sendo construídas no município. Dialogou com os alunos e ouviu seus comentários sobre as necessidades dos seus bairros. Em pronunciamento, alguns alunos, representando os demais, disseram que a Prefeitura Municipal de Palmas não deve ser responsável por tudo, que cada munícipe precisa cuidar do seu espaço (pátio, calçadas, etc), além disso, disseram: “as pessoas deveriam cuidar e não quebrar ou danificar os bens públicos”).
Ao término da palestra a professora Rosangela Maria Stahlschmidt (Chefe de Gabinete) se fez presente e ouviu os alunos. Disse que naquele momento estava representando o prefeito e que ações como as que estavam sendo desenvolvidas são de suma importância.
Os alunos se mantiveram empolgados com a atividade desenvolvida. Tomaram consciência de suas responsabilidades, bem como, o que cabe a Prefeitura Municipal e aos munícipes. O trabalho foi significativo.
A direção do Colégio Estadual Dom Carlos agradece ao Departamento de Urbanismo que através da engenheira Daiane fez a grande diferença no trabalho realizado. Agradece também a professora Rosangela que ouviu a demanda e a presidência da Câmara Municipal pela cedência do espaço.

ACESSIBILIDADE “diz respeito à condição de possibilidade para a transposição dos entraves que representam as barreiras para a efetiva participação de pessoas nos vários âmbitos da vida social”.