Deputado Luiz Fernando Guerra visita Jornal Destaque Regional e comenta sobre sua atuação política na vida pública

0
159

JDR – Deputado, primeiramente, queremos agradecer pela sua visita, para nós é uma honra recebê-lo aqui. E aproveitando esta oportunidade não poderíamos deixar de destacar, e de levar a conhecimento da sociedade, um pouco mais sobre a sua atuação política neste início de mandato. Poderia comentar um pouco mais sobre sua atuação política, nesse começo de mandato?

DEPUTADO – Bom, Jocemar, é um prazer enorme estar aqui com vocês, visitando o Jornal destaque Regional, é uma satisfação muito grande porque a gente tem que estar sempre presente na comunidade, visitando e entendendo os anseios da população. Esse espaço do jornal é uma oportunidade de mostrar um pouco mais sobre minha atuação na vida pública. Já conheço o trabalho de vocês devido aos inúmeros jornais que circulam na região Sudoeste, e fico extremamente feliz de poder dar esta entrevista, me colocando à disposição da população palmense e região. Eu entrei na vida pública pela primeira vez, e coloquei meu nome a disposição nas eleições em 2018, por entender que havia a necessidade de um choque de gestão – de uma mudança, de oxigenação no cargo público, afinal de contas, a população vive reclamando dos nossos gestores, e dos nossos políticos. Entendi que era o momento de entrar e colocar minha contribuição. Sou da iniciativa privada, sou advogado de formação e já trabalhei na Assembleia Legislativa no ano de 2006 à 2013, e de lá para cá, desenvolvi minha experiência política e percebi que era o momento de ajudar um pouco mais o meu estado, um pouco mais a nossa região, pois sei muito bem das necessidades e são muitos os quesitos que precisam de uma defesa mais efetiva junto ao governo do estado. Posso dizer a vocês, leitores do jornal Destaque Regional, que acompanham através do jornal impresso ou pelo site, que estou representando de forma muito digna o Sudoeste do Paraná.

JDR – A população palmense tem implorado pela volta do IML para Palmas, isso é possível?

DEPUTADO – Pergunta muito importante! A população de Palmas é suficiente para ter uma regional estalada aqui, um IML. Recentemente tivemos um problema muito grave no município de Palmas, com uma pessoa que veio a óbito, e o recolhimento do corpo levou horas para acontecer. Infelizmente não acontece só no município de Palmas, isso já é uma problemática que vem ao longo do tempo em todo o Paraná, e na primeira semana que assumi o meu mandato já fiz um requerimento ao secretário de segurança pública e, também ao chefe do IML, para que nos informe qual é a real necessidade, por que o IML não tem agido de forma mais clara, e mais rápida nesses casos tão importantes. Ainda não obtivemos uma resposta formal e oficial por parte do governo do Estado, mas estamos fazendo o que é nosso papel: cobrando e tentando melhorias neste setor tão importante, que necessita de tanto investimento para o Estado. Sou defensor desta causa sim! E acredito que essas melhorias devam ocorrer em Palmas, e acredito também que a população e a demanda sejam suficientes para tal.

JDR – Poderia abordar um pouco sobre a BR 280?

DEPUTADO – Sem sombras de dúvidas, é a principal rodovia que liga o coração do Sudoeste, infelizmente por mais uma inoperância das gestões, que eu não cito esta, mas as várias que se passaram, e que não fizeram nada por esta rodovia. Uma rodovia que foi projetada para ter caminhões passando com 30 toneladas, mas que atualmente, em razão da evolução do meio de transporte, carrega praticamente o dobro, não temos a base adequada para esse transporte. Nós precisamos, na minha visão, reconstruir a 280, mas reconstruir e não apenas reformar, nós temos que fazer desde a base até a finalização dela, pois se não fizer assim, entendo que não terá rodovia que aguente no país, nós temos uma 280 em estado caótico. O Governo disse que é uma questão prioritária e que eles vão trabalhar para reconstrução da 280, e compete a nós deputados estaduais, a obrigação de fiscalizar o executivo e cobrar para que ele execute essa obra com a rapidez que a sociedade espera. Nós não podemos mais aceitar operações tapa buraco, não podemos mais aceitar que as mortes que vem ocorrendo nessas rodovias, em especial a BR 280, continuem ocorrendo. Há estudos que mostram que é uma morte a cada três dias nessa rodovia, não podemos mais aceitar isto calados, e eu vou cobrar, como já estou fazendo na Assembleia Legislativa, e também no Governo do Estado, para que executem um projeto para a revitalização desta rodovia. Essa rodovia vem sofrendo pela inoperância, como disse, de gestões. Isso está atrapalhando o crescimento econômico da região, uma vez que inúmeras empresas poderiam estar sendo instaladas, e isso não ocorre em razão da falta de possibilidade do escoamento de uma produção. Mas o principal é a questão das mortes na rodovia, não podemos mais permitir que a população do Sudoeste do Paraná chore pela perda de um ente querido, em razão da falta de trafegabilidade na BR 280.

JDR – A segurança pública está se tornando um problema muito grave no Paraná e no Brasil, e em Palmas não é diferente. O que o deputado poderia passar para sociedade sobre esta questão que está perturbando o cidadão de bem?

DEPUTADO – Segurança pública é mais um problema no nosso Estado, problema que infelizmente não é exclusivo de Palmas, mas estamos vendo índices de criminalidade subindo no Paraná. Eu e o secretário de Segurança Pública, estivemos em uma ocasião, para tratar a respeito da segurança pública no nosso Estado, é preocupante e alarmante, e o Governo tem uma preocupação muito grande em relação a isso, e Palmas infelizmente na região Sudoeste se destaca com números muito elevados de criminalidade. Nós temos que trabalhar e tentar achar soluções. Uma delas seria a Educação! E a educação no meu ver é o que vai solucionar para diminuição dessa criminalidade. Mas agora, temos que ter políticas efetivas, eu desconheço da área, mas acredito que quem está à frente da pasta da segurança pública, é mais capacitado e preparado para trazer soluções, e o que nos compete, repito, é cobrar para que o executivo faça o seu papel, que é tratar bem o cidadão paranaense e tentar dar segurança digna para todos.
Finaliza o Deputado Luiz Fernando Guerra.

Fonte: Jornal Destaque Regional
Por Jocemar Ferreira da Silva