Funcionários dizem que Bombonera é assombrada por fantasmas

0
368

Alguns funcionários do Estádio La Bombonera, do Boca Juniors, disseram que o local é assombrado por fantasmas e almas penadas. A informação é da Agência Ansa.

“Uma noite estava arrumando a roupa dos jogadores, saí para fumar e vi um senhor de traje cinza, que logo desapareceu. Disseram-me que a descrição era como a de Tarija Fernández, meu antecessor, que morreu há anos”, contou ao jornal Olé Federico Retone, auxiliar da equipe de basquete do clube.

Mais assustadora é a declaração de um segurança, que preferiu não ser identificado, mas que disse ter visto sombras esfumaçadas e vultos correndo pelas grades do local.

“Em geral aparecem de madrugada, quando não há ninguém e há muito silêncio”, disse outro funcionário.

Segundo os depoimentos recolhidos pelo jornal esportivo, o estádio do Boca é repleto de personagens que aparecem entre as grades ou entre a arquibancada e que desaparecem quando alguém se aproxima.

“Um homem de camisa branca sentado no setor ‘L’ das arquibancadas; uma mulher vestida de noiva, e um menino de bermuda, sapatos brancos e uma blusa azul são freqüentemente vistos durante a noite”, disse um outro segurança.

Portas que se abrem sozinhas, luzes que acendem e se apagam sem explicação são outros fenômenos denunciados pelas testemunhas.

“Há familiares de pessoas mortas que jogam as cinzas de seus entes queridos no estádio e isso pode ocasionar esses fenômenos”, disse o parapsicólogo Ricardo Pacuta.

“É mais comum do que parece. São fantasmas que foram chamados para ajudar o Boca e não para fazer mal”, explicou o especialista.

A Bombonera é hoje um verdadeiro templo do futebol argentino e se tornou também um ponto turístico de Buenos Aires. As agências de turismo o incluem em seus pacotes para turistas estrangeiros e o oferecem com a mesma importância de um passeio às Cataratas do Iguaçu ou à Patagônia.