I Feira de Jovens Empreendedores – JEPP – Coronel Domingos Soares

0
14

Na última sexta feira, dia 10 de dezembro de 2021, dia do aniversário do município ocorreu a culminância do projeto implantado na Escola Municipal Professora Aurora Fabrício das Neves Tortelli pela professora Arianny Durli Fonseca em parceria com o Departamento de Educação. Na ocasião os alunos que desenvolveram competências básicas de empreendedorismo, através da parceria com o Sebrae do programa JEPP com aulas explicativas, práticas e lúdicas ministrada pela professora em horário contrário as aulas do ano regular que os alunos se encontram matriculados, se dedicaram neste dia às vendas dos produtos feitos por eles mesmos para obtenção de lucro que será revertido na intenção de realizar um desejo dos mesmos.
Empreender significa disposição ou capacidade de idealizar, coordenar e realizar projetos, serviços ou negócios. Portanto, com esses conceitos, percebemos que eles aplicam em todas as áreas da nossa vida. Mas no fim, empreender é a capacidade de pensar e pôr em prática esses pensamentos.O empreendedorismo, antes de tudo, é uma mentalidade que cresce e faz parte da pessoa. Para exercitar esse mindset (características da mente humana que vão determinar os nossos pensamentos, comportamentos e atitudes), precisamos praticar as principais características empreendedoras. Diante dos desafios e aprendizagens dos anos de 2020 e 2021, a inovação na educação é considerada uma das chaves para o acesso universal à escola garantindo uma aprendizagem eficaz.
O empreendedorismo na Escola é visto como uma propagação dos valores, conhecimentos, sonhos e talentos dos alunos, oportunizando novas formas de aprendizagem, provocando eles a olharem para o mundo ao seu redor com a intenção de identificarem problemas que podem ser solucionados por eles próprios e são estimulados a testarem e construírem essas soluções de forma profissional e criativa, para que dentro desse processo identifiquem uma proposta de valor e um modelo de negócio, incluindo alunos e responsáveis.
Na BNCC, o itinerário formativo relativo ao empreendedorismo supõe que a escola mobilize conhecimentos de diferentes áreas para o estabelecimento de um projeto empreendedor, e que esta estratégia permite o desenvolvimento de habilidades essenciais para a formação de um indivíduo autônomo em suas ações.
Sabendo que a escola deve preparar o aluno para ser um cidadão consciente e autônomo faz- se necessário que a escola comece a preparação para o empreendedorismo, mercado de trabalho e finanças.
Sendo assim, os benefícios da educação empreendedora não se estendem apenas aqueles que imaginam abrir o próprio negócio. Uma vez que, para ser trabalhado, o empreendedorismo na escola pressupõe tornar o aluno protagonista no processo de ensino-aprendizagem, sua postura diante das propostas pedagógicas oferecidas também se altera positivamente. Essas práticas são essenciais, independentemente de serem exercícios ligados ao empreendedorismo, para que o aluno saia da sua zona de conforto e possa buscar soluções criativas e desenvolver sua pro atividade, compromisso e responsabilidade.
Neste ano por se tratar da implantação do projeto no município foi usado a escola Aurora como Escola piloto e os alunos de 5º ano da mesma para os trabalhos iniciais sendo, que para o próximo ano o projeto deverá contemplar todas as turmas desde o primeiro ano.

Fonte: Professora Arianny Durli Fonseca

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here