João Pimenta

0
56

Fake-news e solidariedade

Já não é novidade para ninguém a tragédia no Rio Grade do Sul. Famílias foram dilaceradas pelas águas. O Estado é composto por alguns rios que o cortam nos sentidos horizontal e vertical. Mas o maior problema é que todos estes rios desaguam no lago Guaíba, em Porto Alegre e este, por sua vez, vai desaguar na Lagoa dos Patos, que possui um estreito canal de vazão para o Oceano Atlântico. Motivo histórico de o Estado ser chamado de Rio Grande agora é também motivo de fake-news. Com os alagamentos, muitas são as estórias contadas nas redes sociais, que agora têm sido desmentidas por órgãos oficiais. A regra é que na dúvida, não compartilhe. Se, por um lado, a mentira está agravando a situação no Rio Grande do Sul, por outro lado a solidariedade está sendo a marca de todo o Brasil. Uma força tarefa oficial foi organizada pelos governos Federal, Estadual, nos municípios e também de forma paralela muitas entidades, ongs e milhares de anjos anônimos estão atuando, desde a linha de frente nos salvamentos até divulgação, arrecadação e doação de valores e mantimentos. Resolvida a questão das notícias falsas, resta a solidariedade. O povo gaúcho é guerreiro e combativo. Vai sair dessa. De longe, nos resta desejar força, Rio Grande do Sul.

Atenção: esta coluna é escrita e editada pelo jornalista Rodrigo Kohl Ribeiro MTB: 18.933, de sua inteira e irrestrita responsabilidade. Qualquer sugestão ou crítica, pode ser enviada para o e-mail joaopimentadepalmas@gmail.com ou pelo WhatsApp 46 98820-4604.