Marini Compensados Duas Décadas: A história contada pelos seus autores

0
114

Geraldo Barankevicz : Trabalha na laminadora há mais de 16 anos, diz ele –“ sempre tive ótimas amizades dentro da empresa, me dedicando sempre ao trabalho, mas, fora do horário de serviço, sempre nos divertimos com brincadeiras. E espero que eu nunca tenha causado uma má impressão de minha pessoa, pois vejo todos como ótimos companheiros da mesma forma, tanto dentro da empresa quanto fora dela. Eu vim de uma outra cidade à procura de trabalho em Palmas, estava em Curitiba e quando cheguei em Palmas um amigo me indicou para ir na empresa onde ele trabalhava, e trabalha até hoje, o meu amigo Luiz Mass. Naquela época, comecei no acabamento, o qual fiquei por mais de dois anos e depois me passaram para a laminadora na qual estou atualmente. Lembro de uma vez que a empresa fez uma festa junina, quando o seu Ildo convidou o pessoal depois do serviço para virem se divertir, tomar quentão e comer pinhão e tantas outras coisas que tinha. Nossa, como foi divertido aquela noite! É muito bom trabalhar em uma empresa que valoriza seus colaboradores, isso sempre ficará em minhas lembranças; mas a gratidão mesmo, foi quando eu me acidentei e que não bastasse isso, tinha mais um problema naquela época, pois minha mãe estava doente, a empresa deu todo suporte que precisávamos e jamais vou conseguir retribuir o que fizeram por mim e pela minha família a não ser agradecer publicamente por aqui, nas páginas do jornal Destaque Regional, acho que é o mínimo que posso fazer por essa empresa que tanto me ajudou e continua me ajudando dando oportunidades para eu prosperar dentro da indústria. Ressalto sempre que há 16 anos atrás eu comecei no acabamento e a empresa era muito pequena em vista de hoje, em meu ver houve uma evolução muito boa, que com o tempo foi aumentando o quadro de colaboradores e, principalmente, os maquinários daquele tempo foram todos substituídos (modernizados), isso podemos dizer que a empresa só evoluiu e não parou no tempo, eu mesmo só tenho a agradecer. E peço à Deus que abençoe os donos dessa empresa e que eles continuem evoluindo mais e gerando emprego para todos que precisam.”.

Fonte: Jocemar Ferreira da Silva
para o Jornal Destaque Regional