Prefeitura de CDS adquire máquinas de costura para geração de emprego

0
4

 Quando se fala em emprego em Coronel Domingos Soares, coloca-se em evidência um dos principais problemas atuais do município. Hoje as oportunidades de emprego são muito poucas, ficando sempre em torno das mesmas empresas, fazendo assim com que muitas famílias migrem para outras cidades.

Por isso, com o objetivo de solucionar este problema e transformar a vida dos domingosoarenses de hoje e de amanhã, o governo municipal tem se empenhado, desde o início de 2021, na busca por parcerias e investidores, que possam se instalar no município e, assim, gerar emprego e renda para a população.

Ainda no ano passado, o diretor do Departamento Municipal de Indústria e Comércio, Antônio Carlos Kovoliski, em contato com empresários do ramo têxtil, apresentou o município, seu potencial, suas riquezas e o seu povo batalhador, despertando o interesse. A partir de então, a Municipalidade começou a buscar meios de incentivar indústrias têxteis a buscarem em Coronel Domingos Soares a oportunidade de ampliarem seus negócios. Uma das formas foi a aquisição de máquinas de costura, que começaram a chegar esta semana, e a cessão de um barracão para instalação da indústria.

 De acordo com Kovoliski, serão investidos R$ 750 mil em recursos próprios. “Nós já fizemos todos os procedimentos licitatórios para aquisição das máquinas e das cadeiras ergométricas. Foram quatro empresas as ganhadoras dos lotes da licitação. Agora nós vamos passar pela Câmara, fazer a concessão do barracão com as máquinas, então só falta fazer os editais para a concorrência das empresas para se instalar em Coronel”, conta o diretor, complementando que até dezembro a fábrica será montada e preparada para iniciar os trabalhos ano que vem. “A gente está correndo atrás, porque aqui precisa de geração de emprego. É um compromisso do plano de governo de Bandiera e Lio, um investimento alto, mas se não for feito assim ninguém vem”, explica.

 Ao todo serão 55 máquinas de costura, 40 cadeiras ergométricas, 1 ferro de passar industrial e 1 mini-caldeira com ferro de passar.

 Outro ponto a ser destacado é a licitação dos barracões novos do Parque Industrial. Conforme Antônio Carlos, já houve duas licitações desertas, ou seja, sem a participação de nenhum interessado, mesmo com toda a publicidade legal exigida e necessária.

A meta para o próximo ano, segundo Kovoliski, é ampliar a busca por empresas e investidores que gerem mais empregos para os domingosoarenses e ajudem a melhorar a renda das famílias locais, transformando a realidade dos domingosoarenses para melhor, indo ao encontro das ações do governo municipal, em busca do progresso e do desenvolvimento de Coronel Domingos Soares.

Fonte: Comunicação CDS

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here