Alcast: Uma História de superação e conquistas

0
115

Silvana de Jesus Santos Moraes está na empresa há 20 anos, onde trabalha como auxiliar na linha de produção. Teve várias oportunidades dentro da empresa, mas adora trabalhar nessa área. Segundo ela:

“Temos responsabilidades e todos levam esse compromisso com dedicação. A convivência, o companheirismo aqui dentro é gratificante, posso dizer que me identifico bem com todos aqui dentro. Me sinto bem acolhida e confesso que me surpreendi com um fato que vou revelar nesse momento: então – quando perdi meu marido há um tempo atrás, isso me abalou muito e eles aqui dentro não mediram esforços pra me ajudar. Sou muito grata por isso, grata pelo apoio de todos, desde os colegas de trabalho até os diretores. Esse suporte em um momento difícil foi de grande relevância na minha vida e serei eternamente grata a todos. Outro fato interessante que aconteceu aqui dentro que também mexeu comigo foi quando a indústria estava passando por um momento turbulento. Em meio à crise naquela época eles fizeram o possível e o impossível pra manter o quadro de funcionários. Lembro bem do depósito cheio de panelas e no corredor também, achei isso bem interessante, porque eles não dispensaram ninguém e conseguiram manter o quadro de colaboradores até passar a crise. Quero dizer que sou muito grata por fazer parte dessa indústria há praticamente vinte anos e pretendo continuar, pois tudo o que conquistei vem daqui: hoje tenho um filho de 12 anos e amo muito ele, e tenho também uma filha com 26 anos, fez faculdade em Pato Branco e hoje ela é advogada em Palmas e o fruto dessa formação vem daqui. Hoje ela está em Palmas e já está trilhando seu caminho e isso é motivo de orgulho pra uma mãe. Então só tenho a agradecer a esta empresa que me acolheu e me ajuda a formar meus filhos”, finaliza.