Marini Compensados Duas Décadas: A História contada pelos seus autores

0
41

Hoje o jornal Destaque Regional coloca aos olhos da sociedade a história de Samuel Simões Rocha, na qual ele nos conta da sua convivência dentro da indústria de compensados, suas dificuldades e conquistas ao longo desses quase seis anos fazendo parte dessa renomada empresa

Samuel:
” Primeiramente quero dizer que sou grato a Deus por estar fazendo parte dessa indústria. Tenho 32 anos e trabalho no setor da prensa. Quando iniciei esse trabalho eu descarregava os compensados e lidava com a “emassação” (emassamento). Após a oportunidade que me deram aqui dentro, hoje estou diretamente na prensa e estou muito feliz por fazer parte dessa indústria e trabalhar nesse setor que me identifico muito bem. Espero contribuir cada vez mais e fazer o melhor de mim aqui dentro, afinal é daqui que vem o sustento da minha família. Me acolheram muito bem aqui e tempos depois a minha esposa também veio fazer parte sendo também uma das colaboradoras desta indústria, na qual está até hoje. Algo que agrada muito aos colaboradores aqui dentro, especialmente a mim, é quando tem a Sipat, são momentos inesquecíveis, a interação de todos na participação dos eventos são contagiantes, tem teatro, tem sorteio com brindes para os colaboradores e tantas outras atividades que alegram o dia, acredito que isso aumenta a autoestima e faz com que a gente se sinta mais valorizado no ambiente do nosso trabalho, isso oportuna aos colaboradores ter uma aproximação melhor uns com os outros, principalmente quando tem uma competição de setores diferentes. Quero deixar registrado aqui minha gratidão aos diretores e a todos os colaboradores que fazem parte dessa empresa, em especial ao Jeferson Paganotto, que me indicou e oportunizou a minha entrada aqui dentro dessa minha segunda casa, na qual digo com orgulho: eu faço parte da Marini Compensados”, finaliza.

Fonte: Jocemar Ferreira da Silva
para o Jornal Destaque Regional