APROXIMANDO-SE DO PERÍODO DE CONVENÇÕES PARTIDÁRIAS,O ELEITOR PALMENSE PODERÁ ESPERAR ALGUMA NOVIDADE?

0
40

Partidos têm entre 31 de agosto e 16 de setembro de 2020 para realizar as convenções
que definirão seus candidatos. A novidade é que encontros poderão ser de forma virtual.

Aproximando-se o período eleitoral, cujo sufrágio democrático universal acontecerá este ano, de forma extraordinária, no feriado de 15 de Novembro (em função da Pandemia da Covid – 19), os partidos já estão se organizando. Segundo a legislação eleitoral, todos os partidos deverão reunir seus filiados entre os dias 31 de agosto e 16 de setembro, tendo que definir quais os critérios de cada agremiação para a composição das chapas. Dentre as definições entrarão a opção entre coligar com outra legenda nas candidaturas majoritárias (prefeito e vice) ou ter candidatura própria. Também poderão definir os nomes dos candidatos a vereadores, sendo que em Palmas, segundo a Legislação Eleitoral, cada partido poderá apresentar quatorze nomes postulantes ao Poder Legislativo. Outra regra é que dentre estes, no mínimo trinta por cento deverão ser do gênero feminino. Como a conta proporcional resultaria em um número quebrado, cada partido deverá apresentar no mínimo cinco mulheres como candidatas a vereadoras, restando nove homens. O que o eleitor está mesmo curioso é em saber quais serão, finalmente, os candidatos a prefeito, uma vez que em Palmas mais de dez nomes já foram apresentados pelos partidos como pré candidatos. Dentre eles, há no mínimo dois ex prefeitos e dois outros que já foram candidatos à gestão executiva municipal. Há também vereadores compondo supostas chapas majoritárias, além de empresários, administradores de empresas e outros pré candidatos vindos da comunidade de Palmas como um que é influenciador virtual. A dúvida é se surgirá alguma novidade. Até que não hajam todas as convenções, não tem como saber, ficando a curiosidade a critério mesmo do imaginário coletivo. O que o “Destaque Regional” deseja é que este seja um pleito democrático, participativo, regado aos princípios da ética e moralidade.

Fonte: Jocemar Ferreira da Silva
para o Jornal Destaque Regional

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here