COLÉGIO ESTADUAL DOM CARLOS – DIA DAS CRIANÇAS E DIA DOS PROFESSORES

0
40
 A semana de 9 a 15 de outubro marcou as comemorações do Dia das Crianças e Dia dos Professores no Colégio Estadual Dom Carlos. 
Porque comemorar o Dia das Crianças na escola? A importância da data se dá pelo fato da infância ser uma etapa marcante e fundamental no desenvolvimento dos seres humanos. É nesta fase que vivenciamos nossos primeiros passos, nossa socialização dentro e fora do núcleo familiar, contato com meio escolar e primeiras palavras. E no dia 11 de outubro todos se tornaram crianças, entrando no clima e participando das atividades propostas.

Na oportunidade a equipe gestora também homenageou os professores, os quais, ao chegaram ao colégio foram surpreendidos com frases motivaconais. O Grêmio Estudantil Castro Alves preparou homenagens aos professores e os alunos participaram das mesmas.
O dia 15 de outubro é marcado como o Dia do Professor, criado com o intuito de homenagear esse profissional de tão grande importância no desenvolvimento de todos os seres humanos, pois é ele que alfabetiza e ensina as principais áreas do conhecimento às pessoas, durante sua formação escolar. O papel do professor em todas essas etapas é crucial para o desenvolvimento humano: Educação Infantil, Básica e Superior.
A equipe gestora discorreu sobre a importância do professor no dia a dia escolar. Parabenizou cada um pelo seu dia, entregou um mimo e reforçou dizendo que a vida da escola se faz com professores e alunos. A direção agradeceu o grande trabalho realizado por seus pares, desejando sucesso, felicidades e saúde a todos.

PARA REFLETIR
“Quando eu era pequena eu tinha um professor, no lugar de uma professora, como a maioria das crianças. Puxa, eu admirava meu professor. Parecia que ele sabia tudo! E o mais incrível, eu pensava, é que ele fazia uma força danada para a gente ficar sabendo aquelas coisas todas que ele já sabia. Meu professor parecia muito grande, mas quem sabe fosse eu muito pequena.
Acontece que fui crescendo e continuei achando meus professores e professoras grandes. Por que será? A gente pensa que o professor nasce sabendo. Mas isso não é verdade. Ele tem que estudar anos e anos para poder ensinar aquelas coisas pra gente. Dizem também que professor tem muita paciência, paciência de Jó.
Todo mundo admira o jeito que ele tem pra lidar com os alunos. O que muita gente não sabe é que é que ele estuda – e muito – o que deve fazer para prender a atenção da turma toda….
Tem professor que faz rir. A turma gargalha só de ver o jeito dele. Em compensação, tem professor tão sério que dá até medo de chegar perto. Fui descobrindo aos poucos que o professor também é como todo mundo, também fica chateado, tem preocupação, perde a paciência”…
Você sabia que essa profissão é uma das mais antigas que existe? O filósofo grego Sócrates era professor de Platão, veja só. E isso foi há 25 séculos atrás! Sócrates não ensinava numa escola, mas em locais públicos, como praças e ginásios. Ele conversava com as pessoas, fazendo perguntas e provocando seus discípulos, o que os obrigava a pensar. E como!…
No Brasil, antes da chegada dos portugueses, os índios também eram instruídos por meio de conversas e do exemplo de pessoas da família ou dos chefes da tribo. Quando chegaram os jesuítas, fundaram as primeiras escolas brasileiras. Os mestres ensinavam os filhos dos índios a ler, escrever, contar e falar português, já pensou? Um dos primeiros professores no Brasil foi o padre jesuíta José de Anchieta.
Sem o professor, fica difícil imaginar como a cultura poderia se desenvolver e se disseminar. É o professor que revolve os valores e o conhecimento, passa os valores de uma geração para outra e ainda constrói novos conhecimentos com os seus alunos. E como surgiu o dia do professor? Bem, um decreto de D. Pedro 1º, em 15 de outubro de 1827, definiu como deveriam ser as Escolas de Primeiras Letras em todo o Brasil. Essa lei dizia, entre outras coisas, o que deveria ser ensinado para meninos e meninas. Em 1963, um decreto do presidente João Goulart instituiu o dia 15 de outubro como dia do professor. Uma homenagem muito justa.
São muitos professores no Brasil, Milhões de professores só na educação básica. Quase 80% trabalham na escola pública. Ensinam crianças pequenas nas creches e nas salas de alfabetização, ensinam nos programas de educação de jovens e adultos e também no ensino fundamental e médio. Tem professor que não acaba mais!
Além disso, temos também os outros professores. Professor de violino, professor de judô, professora de capoeira, professor de alemão, professora de faculdade, de pós-graduação. E tenha certeza: todo professor é também aluno, a vida inteira. Está sempre se aperfeiçoando, estudando, lendo e fazendo mais cursos. Não acaba nunca a formação do professor…
Mesmo assim, no Brasil o professor, em geral, não ganha aquilo que merece. É um grande problema, ele fica sem tempo, dá muitas aulas seguidas, não consegue se capacitar. O Brasil precisa cuidar bem do professor, você não acha?…
https://educacao.uol.com.br/datas-comemorativas/1015—dia-do-professor.htm (Acesso: 18/1020/23)