Profissionais de saúde participam de capacitação sobre Hanseníase

0
73

Os enfermeiros e fisioterapeutas que atendem nas Unidades Básicas de Saúde de Palmas, com a finalidade de melhorar a qualidade da assistência aos usuários do Serviço Único de Saúde (SUS), participaram nesta quarta-feira(18), de uma capacitação sobre hanseníase, a iniciativa foi da Secretaria Municipal de Saúde de Palmas, através da Vigilância em Saúde e Atenção Básica.
As atividades teóricas e práticas foram ministradas pelas profissionais de saúde Josiane C. B. Machado e Marilde Bueno, conforme elas, a capacitação se faz necessária devido a região já ter casos de agravo nesta área.
A hanseníase não é uma patologia hereditária e sua evolução depende de características do sistema imunológico da pessoa que foi infectada. A bactéria responsável por ocasionar a hanseníase costuma evoluir lentamente e pode levar até 20 anos para desenvolver sinais da infecção.
A secretária Sandra Maria da Rosa responsável pela pasta da saúde declarou que a realização desta capacitação para os enfermeiros, visa aprimorar os conhecimentos dos profissionais nesta área para melhorar o tratamento da Hanseníase
Sobre a Hanseníase
A hanseníase é uma doença crônica, infectocontagiosa e transmitida de uma pessoa doente, que não esteja em tratamento, para uma pessoa saudável suscetível. Embora tenha cura, a doença pode causar incapacidades físicas se o diagnóstico for tardio ou se o tratamento não for feito adequadamente.
A orientação é que as pessoas procurem o serviço de saúde assim que perceberem o aparecimento de manchas, de qualquer cor, em qualquer parte do corpo, principalmente se ela apresentar diminuição de sensibilidade ao calor e ao toque. Após iniciado o tratamento, o paciente para de transmitir a doença quase imediatamente.
Tratamento
O Sistema Único de Saúde disponibiliza o tratamento poli quimioterápico (PQT), recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS), que é a associação de Rifampicina, Dapsona e Clofazimina. Essa associação diminui a resistência medicamentosa do bacilo, que ocorre com frequência quando se utiliza apenas um medicamento, e impossibilita a cura da doença.
Fonte: https://pmp.pr.gov.br